Ebook: Receitas de Natal

Bem, depois de muito sondar, cheguei à conclusão de que realmente deveria fazer umas receitinhas de Natal mais ricas a nível nutricional e igualmente saborosas para partilhar convosco!
Desta forma fiz um Ebook, ao qual todos podem ter acesso, por um valor simbólico de 3€ (2.5€ mais taxas)!

Caso prefiiram transferência bancária (neste caso não existem taxas sendo o valor 2.5€), basta enviar e-mail para: lena.isabel.goncalves@gmail.com

Neste Ebook vão poder encontrar as seguintes receitas:

  • Arroz doce
  • Ferrero
  • Broas de batata doce
  • Rabanadas
  • Bolo rainha

Espero que gostem e que me vão dando o vosso feedback!

Basta clicar na imagem para adquirir!

Eats

Anúncios

Como tudo começou! [mudei a minha vida]

Muitas vezes perguntam-me como isto tudo começou, quando foi o dia em que decidi mudar a minha vida, os meus hábitos, como o fiz, quanto tempo, quanto peso… Muita coisa! E hoje venho aqui contar-vos o meu percurso!

Bem posso dizer que tudo começou há cerca de 5 anos, na altura eu pesava 67kg, tinha uma vida bastante sedentária, não praticava qualquer tipo de desporto e digamos, a minha alimentação era péssima, hambúrgueres e pizzas quase dia sim dia sim, muita batata frita, gelados, doces, sem qualquer tipo de equilíbrio, apenas comer porque sabe bem, até rebentar e sem pensar no resto.

Um dia, por impulso de um colega de trabalho, comecei a frequentar o ginásio no meu local de trabalho, era algo muito básico e eu apenas fazia cardio, passadeira, bicicleta ou elíptica…

Aliado a isso fui alterando os meus hábitos aos poucos, sem radicalidades, fui trocando os fritos por grelhados e cozidos, comecei a comer mais legumes, passei a optar por farinhas integrais, aveia… Comecei a reduzir nos bolinhos, pizzas, hambúrgueres… E quando dei por mim, 10kg foram à vida em 5 meses, sem sacrifício… Sim ia ao ginásio 5 dias por semana, de segunda a sexta.

Bem, o cardio ajudou-me a perder peso, sem dúvida, e para quem não fazia absolutamente nada, é claro que impulsionou a minha perda de peso.

Mas vai daí que me olho ao espelho e toda eu estava sem forma, sim estava magra, mas massa muscular? Curvas? ZERO!

Rapidamente percebi que precisava mudar a minha estratégia e a essa altura eu já estava viciada no desporto, em treinar diariamente e foi aí que passei a praticar musculação. Coisa que já não largo e que se soubesse tinha feito logo desde inicio, pois à medida que perdia gordura, podia estar a dar forma ao meu corpo…

Nos dias de hoje e aliás, nos últimos 3-4  anos, a minha prioridade passou a ser a musculação. A minha actividade favorita, onde consigo moldar o meu corpo e sentir-me cada vez mais forte.

É claro que o processo de ganho de massa muscular leva o seu tempo, é necessário um treino bem estruturado e uma alimentação adequada ao objetivo.

Tive sorte dos sítios por onde passei, onde as pessoas sempre me ajudaram quando eu tinha duvidas em como treinar ou o que comer. Quer fosse em fases de perda de gordura como ganho de massa muscular!

NUNCA TIVE UM PT OU NUTRICIONISTA.

Ao meu tempo e ao meu ritmo fui percebendo o que era importante para mim e é aí que entra o equilíbrio, bem estar e amor próprio.

Mais recentemente comecei a trabalhar com o Nuno Martins, o meu coach, o meu orientador de treino e alimentação. Estamos nesta jornada há cerca de 7-8 meses e eu posso dizer com todas as letras que nunca me senti tão bem no meu corpo.

Hoje em dia eu não me privo como antes fazia, hoje em alimento-me de forma equilibrada, dou prioridade a alimentos ricos nutricionalmente, mas quando entendo e quero, não tenho qualquer problema em comer o que seja! E mais, não me sinto culpada por isso.

Desde que comecei a tirar de cima de mim a pressão do corpo perfeito, o medo de engordar ou acordar inchada ou o que fosse, os meus resultados começaram a ser cada vez mais positivos.

Sim eu treino 5-6 vezes por semana, porque quero, gosto e me sinto bem, foi um bom vício que adquiri e que já não sei viver sem.

Não tenho mais um dia estipulado para sair da dita rotina alimentar, porque a minha rotina alimentar é eu comer o que o meu corpo precisa, mas também o que me faz sentir bem.

Não existe a pressão do dia X para comer pizza, gelado, hamburger, batata frita, ou o que seja… Eu não preciso de esperar por um dia para me sentir bem!

Imaginemos que na terça-feira eu tenho um aniversário e bem, posso chegar ao restaurante e apetecer-me uma grande lasanha ou apenas um peixe grelhado. Eu vou por aquilo que me apetece, mas claro, de forma equilibrada, que era o que eu antes não fazia.

Não faz mais sentido apetecer-me um gelado numa quarta-feira e eu ter de esperar pelo sábado ou domingo para o comer!

Isso só cria mais stress sob nós próprios, até lá vai apetecer-nos comer este mundo e o outro só porque não comemos no dia em que nos apetecia… Pior, quando chegar o dia de comer e deitarmos abaixo mais gelado do que aquele que nos apetecia na quarta-feira… E quem fala de gelado fala de outra coisa qualquer!

Hoje, eu já não como até rebentar! Nem em buffets, hoje eu vou, como até me sentir satisfeita e não maldisposta, como se o mundo fosse acabar por eu não encher o bandulho até rebentar!

É importante procurarmos o nosso equilíbrio, cada um o seu… Nós não somos todos iguais, mas para mim, esta é a melhor abordagem que podemos ter com a alimentação. Esta para mim é a melhor estratégia!

Claro que aliada a um estilo de vida mais activo… Voces também não precisam treinar 7 dias por semana, ou 6 ou 5… 4 vezes já é optimo, 3 vezes também e é sempre melhor do que sermos sedentários.

Manter o corpo activo é bom para o físico e psicológico, até porque o treino faz com que seja produzida a hormona do “bem-estar”, por isso que nunca vimos alguém terminar o treino e sentir-se arrependido disso, já pensaram?

Não precisamos perder 2h no ginásio para ter resultados, isto se a desculpa for a falta de tempo… Eu nunca treino mais de 1h e estou aqui, continuo a ter resultados, a perder gordura ou ganhar massa muscular de acordo com o meu objetivo na altura.

Mas sabem que mais, o mais importante é que o meu objetivo não atrapalha a minha vida, eu continuo a viver e a sentir-me feliz, porque o corpo perfeito não existe, mas existe sim, eu sentir-me bem comigo.

Tenho noção de que alonguei, que posso até ter saído um pouco do tema principal, mas esta é a minha visão, a visão que queria partilhar convosco, porque o que eu atingi está ao alcance de todos!

Um pouco comprido mas é o que tenho para partilhar convosco!

Podem encontrar o Nuno, o melhor coach, no Facebook ou Instagram!

Copinhos de aveia e gelado de banana e açaí

Oiiii! 

Trago mais uma receita bem docinha e super fácil de fazer! 

Mais um geladinho de banana mas desta vez com um toque de açaí da Iswari

Copinhos de aveia: 

  • 35gr de flocos de aveia (usei grossos)
  • 1 ovo médio 
  • Canela qb

Misturar todos os ingredientes numa tigela e pré aquecer o forno a 180graus. Com a mistura pronta vamos dispor em pequenas formas de forma a criar o copinho (usei formas de silicone) e levar ao forno cerca de 20/25min! 

Depois baste deixar arrefecer para rechear! 
Para o gelado: 

  • 1 banana média 
  • 1 colher de café de açaí em pó
  • 30ml de água 

Este é ainda mais fácil, basta atirar tudo para a misturadora e triturar, ou usar a varinha mágica para o mesmo efeito! 

Depois é só rechear os copinhos e saborear! 
O açaí podem comprar no site da Iswari com 10% de desconto ao utilizar o código: lenaisabel
Espero que gostem! 

Gelado proteico de banana e framboesa 

Heyyy!! 

Hoje trago a minha primeira receita de gelado, não é nada de novo em blogs e redes sociais, mas finalmente fiz o meu, olhar a receitas e Vegan, isto porque utilizei a V-Protein da Gold Nutrition que é a minha proteína de eleição e usei o sabor a morango! 

É uma receita muito fácil de preparar! 

Precisamos de: 

  • 1 banana média congelada (cortada as rodelas antes de congelar)
  • 80gr de framboesas congeladas
  • 1 scoop de V-Protein com sabor a morango (podem escolher outra, até mesmo whey)
  • 100ml de água (este valor é para a proteína vegetal que fica mais espessa, possivelmente para whey terão que diminuir)

Método: 

Ahaha não podia ser mais fácil! Apenas triturar tudo e temos um gelado pronto e super delicioso! 
Espero que gostem! 

Crepioca de espinafres

Oiii maltinha!

Sei que tenho estado um pouco ausente do blog, maaaaas estou de volta!!!

E hoje trago-vos uma receita nada doce, mas sim uma óptima opção para almoços, jantares ou até mesmo lanches: a famosa crepioca!

Primeiro irei dar-vos a receita base e depois com os espinafres adicionados e vocês vão perceber como é super fácil de fazer!

 

Precisamos de:

  • 150gr de claras de ovo (ou 1 ovo e 100gr de claras)
  • 15gr de polvilho doce/azedo
  • Sal qb

Para a receita com espinafres apenas acrescento 30gr de espinafres crus e trituro bem tudo, eu opto sempre por triturar, mesmo sem os espinafres, para que a mistura fique mais uniforme!

E fazer?

É o mais fácil, misturar muito bem tudo e cozinhar numa frigideira anti-aderente com (ou sem) óleo de côco ou azeite, mas apenas para untar!

Deixar cozinhar como se fosse uma omelete e rechear a gosto! E claro, para mim, queijo nunca pode faltar como recheio!

Panquecas de côco e laranja

Oi genteeee!

Sei que tenho estado um pouco ausente daqui, mas sei que vão adorar esta receita que trago hoje!

São umas panquecas super fofinhas de deliciosas, juro!

A junção do côco e laranja, em que vamos aproveitar mesmo a laranja inteira e não só o sumo por isso fica só espetacular! Mas vamos ao que interessa!

 

Precisamos de:

  • 35gr de aveia (pode ser farinha ou flocos)
  • 10gr de farinha de côco (opcional, podem usar mais aveia)
  • 15gr de côco ralado sem adição de açúcar
  • 1/2 laranja média descascada e descaroçada (a minha metade pesava cerca de 65gr descascada)
  • 170gr de claras de ovo
  • 50ml de água
  • Canela qb

 

Método:

  1. Juntar todos os ingredientes secos num copo onde possam utilizar a varinha mágica;
  2. Acrescentar as claras de ovo, água e laranja;
  3. Triturar tudo;
  4. Cozinhar na frigideira anti-aderente em lume brando!

 

Simples! Fácil! Delicioso!

Para topping utilizei a outra metade da laranja e lascas de côco!

Espero que gostem e se fizerem, deixem-me saber!